Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 25 de agosto de 2018

Atlético-PR vira sobre reservas do Grêmio e deixa zona de rebaixamento

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)
O Atlético-PR deixou a zona de rebaixamento. Após sair atrás, os comandados de Tiago Nunes venceram por 2 a 1 os reservas do Grêmio, neste sábado (25), na Arena da Baixada. E as quatro últimas posições deixaram de ser realidade, empurrando para lá o Sport.
Jonathan e Pablo marcaram para o Rubro-Negro. Cícero, de pênalti, fez para o Grêmio. Agora com 21 pontos, o time paranaense pulou para o 14º lugar. O Tricolor, por sua vez, pode perder contato com os primeiros já que parou com 37. Se o São Paulo vencer, vira a rodada oito pontos atrás do líder.
Em seu próximo desafio, o Furacão recebe o Vasco, quarta-feira. Já o Grêmio pega o Botafogo no fim de semana. Antes, porém, o time gaúcho encara o Estudiantes em decisão por vaga na fase seguinte da Libertadores.
O Grêmio mudou bastante sua ideia de jogo para partida contra o Atlético-PR. Em vez do 4-2-3-1 já conhecido, Renato Gaúcho optou pelo 4-4-2 e simplesmente não escalou volante de ofício algum. Os meio-campistas defensivos foram Cícero e Thaciano, ambos originalmente meias. Pelos lados foram Marinho e Pepê, com Douglas e Alisson centralizados. Outra novidade foi a ausência de um centroavante. O time gaúcho abriu mão da posse de bola e da construção apoiada, apostou em lançamentos longos apostando na velocidade de seus jogadores de lado. Dominou a partida por 10 minutos, mas depois viu o Atlético-PR crescer e passou por dificuldades.
O Atlético-PR foi um time de posse de bola e toques curtos. Com jogadores de apoio, o time de Tiago Nunes praticamente não realizou lançamentos. E chamou atenção ainda por, sempre que não conseguiu construir uma jogada desde a defesa, utilizou o goleiro como 'bengala' para o recuo e recomeço da construção. E nem quando foi Santos a iniciar o lance, a bola longa foi utilizada. Até mesmo o goleiro procurou sair curto com toques laterais e deslocamento dos companheiros. E numa criação curta, com base em tabelas, saiu o gol da virada no segundo tempo. O lateral Jonathan apareceu dentro da área.
ATLÉTICO-PR
Santos; Jonathan, José Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães), Lucho González e Raphael Veiga (Márcio Azevedo); Marcinho, Nikão (Bruno Nazário) e Pablo.
T.: Tiago Nunes
GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Cícero, Thaciano (Lincoln), Marinho (Thonny Anderson), Douglas (Jean Pyerre) e Alisson; Pepê.
T.: Renato Gaúcho
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos: Nikão (CAP), Bruno Nazário (CAP); Paulo Miranda (GRE), Marinho (GRE);
Gols: Cícero, do Grêmio, aos 9min do primeiro tempo; Pablo, do Atlético-PR, aos 12min do primeiro tempo. Jonathan, do Atlético-PR, aos 24min do segundo tempo.
Postar um comentário