Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Em busca das semifinais da Copa do Brasil, Bahia enfrenta o Palmeiras no Pacaembu

A noite desta quinta-feira (16) pode ser histórica para o Esporte Clube Bahia. O Tricolor, que sempre parou nas quartas de finais da Copa do Brasil, pode ir além se conseguir superar o Palmeiras, a partir das 19h15, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. 
Em Salvador, no último dia 2 de agosto, as duas equipes empataram em 0 a 0 em um jogo onde tricolores e alviverdes tiveram grandes chances para marcar e o árbitro de vídeo foi utilizado. Para o jogo decisivo, o meia Vinícius espera conseguir a façanha para ter o seu nome guardado na história do clube.
"Ansiedade bate. Claro que a gente sabe que será um jogo difícil. Sou um cara que as vezes se torna até repetitivo, quando falo em fazer história no clube. Quinta-feira temos grande possibilidade de fazer história. 
Ir pela primeira vez para uma semifinal de Copa do Brasil. Assim como na Sul-Americana, nunca tinha passado da segunda fase, hoje estamos nas oitavas. Esse grupo está mostrando competência. 
A gente sabe que será um jogo difícil, que a torcida deles vai comparecer em peso. Mas sabemos também da grandeza do Bahia, do nosso atual time, temos jogadores competentes que podem chegar lá, fazer o melhor e classificar. 
É isso, procurar fazer história. Tenho certeza que tem grandes chances de acontecer isso. Temos que mentalizar isso, para que a gente possa chegar lá na quinta-feira e se Deus quiser dar tudo certo, e a gente passar de fase", declarou o jogador.
Caso haja um novo empate, independente da quantidade de gols, a vaga será decidida nos pênaltis. A igualdade, no entanto, não passa na cabeça do técnico Enderson Moreira, que espera um time ofensivo em busca do triunfo.
"Somos humildes sempre, sabendo que tem um adversário vcapaz de tirar proveito de qualquer situação. Tem relação com a proposta. Particularmente vou sempre buscar bons resultados, os triunfos e a gente não pode conquistar isso apenas defendendo. Nossa equipe joga buscando o resultado, agora está com posse de bola, controlando o jogo, não foi diferente do jogos que tivemos. 
Pode acontecer do adversário nos encurralar, mas não é a nossa ideia. A ideia é ser uma equipe ofensiva. O empate não nos garante nada, então a gente precisa jogar para vencer a partida. Acho que a gente se aproxima muito da classificação se a gente mantiver a postura que estamos tendo fora de casa",projetou.
Para a partida, o Bahia terá a volta do lateral-esquerdo Léo, que não jogou a primeira partida por suspensão. Assim como ele, Gregore reaparece no time após ter ficado suspenso contra o América-MG, pelo Brasileirão.
Por outro lado, a equipe ainda não terá o goleiro Douglas, que segue em processo de recuperação física após ter sofrido uma lesão no cotovelo. Com isso, Anderson segue como titular na meta.
Palmeiras
Dono da casa e com a promessa de um Pacaembu cheio a seu favor, o Palmeiras terá o técnico Luiz Felipe Scolari no banco de reservas, diferente do que aconteceu em Salvador, quando o comandante era o auxiliar Paulo Turra. Apesar de fatores positivos a favor do Verdão, o lateral Mayke descarta o favoritismo.
"O Palmeiras não é favorito, fizemos um bom jogo lá e conseguimos ficar com o 0 a 0. O time do Bahia é muito forte, sabemos que vai ser difícil. Jogar no Pacaembu não vai ser difícil porque estamos acostumados a jogar lá, é a casa do Palmeiras também. Lógico que gostaríamos de jogar no Allianz, claro. Vamos fazer de tudo para fazer um bom jogo e ir atrás da classificação", declarou.

Fonte: Bahia Noticias
Postar um comentário