Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Fluminense e América ficam no empate sem gols no Independência

  • america-fluminense-7.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • america-fluminense-6.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • america-fluminense-5.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • america-fluminense-4.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • america-fluminense-3.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • america-fluminense-2.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • america-fluminense-1.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)
Em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, Fluminense e América-MG ficaram no empate sem gols neste domingo (19), no Independência.
Os dois times cometeram muitos erros e acabaram o primeiro turno do Brasileiro no meio da tabela, em nono e décimo lugares, com 23 e 22 pontos, respectivamente.
O time mineiro fez valer o mando de campo e pressionou o Fluminense nos primeiros 45 minutos. O América assustou o goleiro Júlio César de várias maneiras: pela direita, com tabelas entre Juninho e Ruy, pela esquerda com Luan, em cobranças de falta e cruzamentos na área, mas sem conseguir o gol.
A saída precoce de Sornoza deixou espaços no meio e acabou prejudicando o time -o equatoriano tomou uma joelhada de Leandro Donizete na região lombar e foi substituído por Everaldo ainda no primeiro tempo.
Diante da pressão, Marcelo Oliveira optou por colocar todos os seus homens, com exceção de Pedro, atrás da linha da bola.
Na defesa, Ibañez errou bastante e entregou bolas perigosas para o América. Os donos da casa só não abriram o placar porque se atrapalharam e erraram muitas finalizações.
A melhor chance foi de Carlinhos, que recebeu sozinho na pequena área após corte errado do zagueiro, tentou um voleio e isolou a bola.
O Fluminense conseguiu encaixar alguns contra-ataques no início do segundo tempo, mas os erros persistiram, principalmente de Jadson e Pedro. Nervosos com o relógio correndo, os dois lados tentavam cavar faltas e pênaltis, mas o juiz mandava seguir.
Quando a pressão do Flu aumentou, foi a vez de João Ricardo brilhar e salvar o América. Aos 18, Everaldo recebeu de Ayrton Lucas na esquerda, cortou para dentro e aproveitou um corta-luz de Pedro em Matheus Alessandro para acionar o companheiro, que bateu firme, para grande defesa do goleiro.
No lance seguinte, Pedro deixou Gilberto na cara do gol. Ele bateu forte, mas João Ricardo fez outro milagre.
Adilson Baptista sacou Donizete e lançou o atacante Wesley Pacheco no lugar do volante. Marcelo Oliveira respondeu e mandou Marcos Junior no lugar de Ibañez. Os dois times passaram a jogar abertos, mas de nada adiantou.
Nos minutos finais, Aderlan, que já tinha cartão amarelo, perdeu a cabeça, agrediu Everaldo e foi expulso. Além disso, Carlinhos levou o segundo amarelo e cumprirá suspensão automática no próximo jogo.
O empate com o América levou a equipe carioca aos 23 pontos, na nona posição da tabela. O desempenho inferior ao das duas últimas temporadas, quando o clube fez 25 pontos nos 19 jogos iniciais.
O time só não ficou abaixo dos números de 2013, quando teve uma campanha péssima e só não foi rebaixado porque Flamengo e Portuguesa perderam pontos por escalar atletas irregulares.
Mais uma vez, o clube fecha a primeira parte do certame no meio da tabela. Já o América terminou a rodada com 22 pontos, na 10ª posição.
O próximo compromisso do América no torneio nacional será contra o Sport, dia 22 de agosto, na Ilha do Retiro. Já o Fluminense receberá o Corinthians no Maracanã.
Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Juiz: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Cartões amarelos: Aderlan, Carlinhos (A)
Cartão vermelho: Aderlan (AME)
AMÉRICA-MG
João Ricardo; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Leandro Donizete (Wesley Pacheco), Juninho, Wesley e Ruy; Luan (Ademir) e Rafael Moura (Matheusinho). T.: Adilson Baptista
FLUMINENSE
Julio César, Gilberto, Gum, Ibañez (Marcos Júnior) e Digão e Ayrton Lucas; Richard, Jadson (Dodi) e Sornoza (Everaldo); Matheus Alessandro e Pedro. T.: Marcelo Oliveira
Postar um comentário