Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Menino que roubou a cena com gol em jogo do Marselhe perdeu pai em tragédia

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)
A empolgação do menino Yassin Lazeb no momento do pontapé inicial da partida do Olympique de Marselha tinha mais do que a emoção de balançar as redes pelo seu time do coração. O menino é cria das arquibancadas do Vélodrome, local habitado por muitos anos por seu pai, Lahcen.
Foi por uma homenagem a Lahcen, inclusive, que Yassin teve o direito de dar o pontapé inicial da partida contra o Rennes, no último domingo (26).
"Eu realizei o sonho que eu tinha, que era marcar um gol nesse campo e ver o estádio pulando, cheio de energia", disse o pequeno depois do jogo.
Yassin e Lahcen não conseguiram curtir juntos os jogos do Olympique de Marselha. O patriarca da família morreu em 2008 em um acidente com o ônibus que levava os torcedores para uma partida da equipe. O menino, à época com um ano, foi adotado pela organizada do clube.
Yassin cresceu e agora não só torce, mas também comanda a torcida do Olympique de Marselha. Posicionado no setor norte do Vélodrome, é ele quem segura o megafone para incentivar os torcedores a cantar.
"Alguns riem quando eu pego o megafone, mas depois eles cantam. O que mais me irrita são as pessoas que não respondem aos cantos", disse Yassin, em 2014, ao jornal "L'Parisien".
Com a morte de Lahcen, a mãe de Yassin, Caroline, deixou o emprego como farmacêutica e se mudou para Marselha para cuidar do filho. Ao jornal, ela afirmou que o Olympique de Marselha ajuda ela e o filho a curarem um pouco do sofrimento pela morte de Lahcen.
O carinho da torcida com Yassin agrada a mãe, que só tem uma regra: "os palavrões são liberados apenas no estádio".
Postar um comentário