Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 11 de agosto de 2018

Série B: Fortaleza vira para cima do Guarani no Brinco de Ouro

No dia em que o Guarani celebrou 40 anos do título brasileiro, sua maior conquista, a torcida bugrina não teve o que comemorar no Brinco de Ouro. Neste sábado, o Alviverde recebeu o líder Fortaleza, abriu dois gols de vantagem com Bruno Mendes e Rafael Longuine. Mas levou a virada da equipe de Rogério Ceni, que se manteve bem na liderança da Série B graças aos tentos de Felipe, Gustavo e Marcinho.
Fotos - Djalma Vassão - Gazeta Press
O Guarani entrou em campo de branco, já em alusão à conquista nacional. E no intervalo, quando o ex-meia Renato e o ex-atacante Bozó foram homenageados pelo título que completa 40 anos nessa segunda-feira, com direito a volta olímpica no Brinco de Ouro com a Taça das Bolinhas, o Bugre ainda fazia bonito e vencia por 2 a 0.
O placar foi aberto logo aos nove minutos, por Bruno Mendes. Felipe Diadema recebeu pelo lado direito e fez cruzamento na medida para o camisa 9, que apareceu entre os zagueiros e cabeceou sem chances para Marcelo Boeck.
A tática de Umberto Louzer de promover a entrada de Felipe Diadema se mostrou acertada desde o começo. “Para ter um preenchimento pelo meio e não abrir mão de atacar, optamos por ele”.
Durante boa parte do primeiro tempo, o jogo ficou truncado, mas o Guarani conseguiu o segundo gol aos 39 minutos. Matheus Oliveira arriscou chute de longe, Marcelo Boeck rebateu mal e Rafael Longuine apenas completou para as redes.
Após a sequência de homenagens no intervalo, o Guarani voltou para a etapa final parecendo ainda distraído pelas comemorações. Com três jogados, Longuine errou no meio-campo, Felipe avançou com espaço, arriscou chute rasteiro de fora da área e acertou o canto direito de Oliveira.
Já na reta final da partida, o duelo ficou aberto, com o Guarani apostando nos contra-ataques, quanto o Fortaleza tomava a iniciativa do jogo e tentar propor as triangulações de ataque, ms sem sucesso.
Com 40 jogados, porém, o empate veio. Em levantamento para dentro da área, Philipe Maia não conseguiu cortar, a bola ficou viva na área e sobrou na medida para Gustavo, que bateu na saída de Oliveira e deixa tudo igual.
Quando a igualdade já parecia definida no marcador, ainda houve tempo para Marcinho decretar a virada. Wilson fez jogada pela direita e cruzou, Marlon conseguiu ajeitar de cabeça para o meio da área e Marcinho completou para o fundo do gol, virando o jogo.

Fonte: Gazeta Esportiva
Postar um comentário