Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 2 de setembro de 2018

Atlético-PR bate Bahia, vence sexta seguida na Arena e vê degola mais longe

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)
O Atlético-PR bateu o Bahia por 2 a 0 neste domingo (2), na Arena da Baixada, e manteve a ascensão na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Pablo abriu o placar e o estreante Rony completou, ambos na etapa final.
Esse foi o sexto triunfo seguido em casa dos rubro-negros, levando-se em conta todas as competições (antes, superou Peñarol, Vitória, Flamengo, Grêmio e Vasco). O time já aparece em nono lugar do torneio nacional, com 27 pontos, enquanto os baianos permanecem com 25, em 14º.
As duas equipes já voltam em campo na próxima quarta-feira. O Bahia faz confronto direto contra o Sport, na Fonte Nova. Já o Atlético visita o Palmeiras na capital paulista.
O técnico Tiago Nunes decidiu dar descanso a Lucho González e escalou Bruno Guimarães como titular no meio-campo do Atlético-PR. Do lado do Bahia, Enderson Moreira teve que lidar com duas baixas de última hora: Zé Rafael, destaque tricolor da temporada, sentiu dores na lombar e foi vetado.
Já Regis foi afastado porque pediu para ser negociado com o Al-Wehda, da Arábia Saudita.
O primeiro tempo foi praticamente de um time só. Com muito mais posse de bola e espaço nas duas laterais, o Atlético-PR criou ao menos seis boas chances de gol. Douglas se destacou, defendendo chute à queima-roupa de Pablo, uma cobrança de falta violenta de Zé Ivaldo e uma cabeçada certeira de Marcinho. Quando não deu para ele, Lucas Fonseca chegou a tirar uma finalização quase em cima da linha.
Se o Bahia tinha Douglas, o Atlético-PR contava com Santos. O goleiro fez grande defesa na melhor chegada dos visitantes na etapa inicial, em chute de Elber. Gilberto ainda pegou a sobra e girou antes de bater para fora.
O time baiano voltou para a etapa final com duas alterações forçadas. Douglas, destaque individual da primeira etapa, sentiu dores no joelho. Fernando assumiu a meta. Já o lateral Bruno saiu para a entrada de Nino Paraíba. Já aos 16, Tiago Nunes promoveu a estreia do atacante Rony, que substituiu Marcinho. O Atlético-PR manteve o domínio, mas em ritmo interior à primeira etapa. Na melhor chance, Renan Lodi, na pequena área, desviou cruzamento para fora.
A agonia rubro-negra durou até os 22 minutos, quando Pablo deu belo drible em Lucas Fonseca e chutou com força para abrir o placar. Dez minutos depois, o atacante cruzou rasteiro e Rony coroou literalmente uma estreia com o pé direito, chutando forte para vencer Fernando.
Sem forças para reagir, o máximo que o Bahia conseguiu foi ameaçar em chute de Elber que Santos defendeu e em cabeçada de Lucas Fonseca para fora.
ATLÉTICO-PR
Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Leo Pereira, Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães, Marcinho (Rony), Raphael Veiga (Bruno Nazário), Nikão; Pablo (Bergson). T.: Tiago Nunes
BAHIA
Douglas (Fernando); Bruno (Nino Paraíba), Tiago, Lucas Fonseca, Léo; Gregore, Elton, Vinicius, Elber; Edigar Junio (Clayton), Gilberto. T.: Enderson Moreira
Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Cartões amarelos: Raphael Veiga, Jonathan (Atlético-PR); Elton, Elber (Bahia)
Gols: Pablo, aos 22min, e Rony, aos 32min do segundo tempo
Postar um comentário