Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 8 de setembro de 2018

Com polêmica, Osaka bate Serena e vence o Aberto dos EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)
A tenista japonesa Naomi Osaka confessou que quando criança, sonhava em disputar uma final de Grand Slam fazendo o papel de Serena Williams, de quem é fã confessa.
Neste sábado (8), não apenas disputou um jogo contra seu ídolo como a derrotou.
De forma espetacular, a japonesa conquistou o Aberto dos Estados Unidos, ao derrotar a americana por 6-2 e 6-4, em um jogo marcado por uma incrível polêmica entre Serena e o árbitro português Carlos Ramos.
Revoltada com uma advertência, por ter recebido uma orientação do treinador Patrick Mouratoglou, Serena passou a reclamar acintosamente com o juiz, acusando-o inclusive de estar lhe "roubando". A atitude lhe custou inclusive um game.
Todo este clima, porém, foi ignorado por Naomi Osaka.
A japonesa conseguiu a primeira quebra de saque de Serena logo no terceiro game da partida, quando levou vantagem na devolução das bolas, fazendo a americana correr de um lado para outro da quadra. No game seguinte, Naomi voltou a mostrar muita consistência e abriu 3-1 na partida.
A situação no primeiro set se complicou para a americana no game seguinte. Ao forçar o saque, voltou a cometer uma dupla falta e com um erro não forçado (dez até então), viu a rival abrir 4-1, para surpresa de muitos que lotavam as arquibancadas do Estádio Arthur Ashe.
Serena Williams ainda tentou reagir no game seguinte e teve duas oportunidades para quebrar o saque de Naomi Osaka. Mas a tenista japonesa se aproveitou de novos erros da americana para abrir 5-1. 
Mesmo com apenas 20 anos, a japonesa não se deixou pressionar pela inesperada vantagem e conseguiu fechar o primeiro set em 6-2, em apenas 34 minutos.
O jogo ficou mais equilibrado no segundo set. Depois de levar uma advertência por causa de ter recebido orientação de seu treinador Patrick Mouratoglou, Serena Williams começou a pressionar mais a japonesa. Até conseguir quebrar o saque da rival no terceiro game.
A vantagem não durou muito, pois no game seguinte, após duas duplas faltas da americana, Naomi Osaka voltou a quebrar o saque de Serena Williams.
Revoltada, a americana arrebentou a raquete no final do game e levou uma nova advertência, que lhe custou um ponto contra no início do novo game.
"Eu nunca trapaceei na minha vida, você me deve desculpas. Não fale mais comigo, você está me roubando", começou a gritar Serena com o árbitro português Carlos Ramos, reclamando da marcação e provocando vaias dos torcedores.
A confusão não abalou Naomi Osaka, que voltou a fechar seu game. Descontrolada, Serena continuou discutindo com o juiz, chamando-o de mentiroso e dizendo que ele nunca mais iria apitar um jogo dela. Com isso, ela levou uma nova advertência e perdeu um game.
A americana chamou a presença do árbitro geral, mas nem com toda a sua reclamação fez o árbitro voltar atrás na marcação.
Com 3-5 no placar, a americana tentou retornar mentalmente à partida e de forma indiscutível, fechou o game a seu favor. Antes de voltar à cadeira, novamente foi reclamar com os árbitros gerais.
Tudo isso não abalou Naomi Osaka, que no game seguinte, sacando de forma espetacular, fechou o set em 6-4 e conquistou seu primeiro Grand Slam de sua vida.
Postar um comentário