Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 2 de setembro de 2018

De virada, Vasco vence Flamengo e conquista a Taça Guanabara sub-11 Em jogo emocionante e repleto de reviravoltas, Geração 2007 mostra sua força em São Januário e mantém hegemonia em solo carioca

Por: Carlos Gregório Júnior
São Januário, Rio
image
Meninos da Colina festejam título no gramado do Caldeirão- Foto: Matheus Lima

De virada, ao seu maior estilo, o Vasco da Gama derrotou o Flamengo na manhã deste sábado (01/09) e conquistou o título da Taça Guanabara do Campeonato Metropolitano sub-11. Em São Januário, o Rubro-Negro saiu na frente e chegou a abrir uma vantagem de 3 a 1 no segundo tempo, porém os Meninos da Colina honraram a tradição cruzmaltina e reverteram o placar, vencendo assim o "Clássico dos Milhões" por 4 a 3.

A importante conquista foi obtida pela "Geração 2007", que possui um histórico bastante positivo dentro das divisões de base do Almirante. Em 2017, quando atuava pela categoria sub-10, a talentosa safra faturou os títulos do Festbolin e o Torneio Integração. A campanha na Taça Guanabara foi perfeita e os números comprovam isso: 10 vitórias em 10 jogos disputados, melhor ataque (45 gols marcados) e melhor defesa (sete gols sofridos).

O JOGO
Mesmo atuando fora de casa, o Flamengo tomou a iniciativa e se lançou ao ataque nos momentos iniciais da partida. Foi do time visitante, aos três, a primeira boa chance do jogo. O Vasco, por sua vez, só cresceu no duelo após os 10 minutos, quando Kauã Valente acertou a trave rubro-negra. Para a infelicidade cruzmaltina, a resposta do rival foi quase que imediata. Com 16, Peres arriscou da intermediária e abriu o marcador: Flamengo 1 x 0. O gol empolgou e a equipe da Gávea ampliou aos 21, dessa vez com Caio Joshua: Flamengo 2 x 0.
imageKauã valente disputa a bola com jogador do Flamengo- Foto: Matheus Lima

Em desvantagem, o Gigante da Colina correu atrás do prejuízo e foi premiado. No último lance do primeiro tempo, Kauã Valente cobrou falta e a zaga rubro-negra afastou nos pés do zagueiro Johnny, que acertou um bonito chute para diminuir o placar: VASCO 1 x 2. Na volta do intervalo, empurrado por sua torcida, o Vasco foi com tudo para o ataque em busca do empate. Quem balançou as redes outra vez, entretanto, foi o rival. Depois de um rápido contragolpe, David aproveitou rebote do goleiro Caíque e ampliou: Flamengo 3 x 1.
Parecia impossível, o desafio era enorme, mas o Meninos da Colina não desistiram e demonstraram uma bravura sem precedentes para alcançar a virada. Com 14 minutos, depois de uma grande jogada na grande área, Filipão sofreu pênalti. Na cobrança, Leozinho deslocou o goleiro e recolocou o time vascaíno na decisão: VASCO 2 x 3. A pressão do Almirante foi enorme na sequência da etapa final. Quis o destino, porém, que os gols só saíssem no final. Aos 30, Kauã Valente cobrou falta e Rodrigo empatou: VASCO 3 x 3. 
image
João Vitor, Rodrigo e Leozinho festejam segundo gol- Foto: Matheus Lima

Nos acréscimos, quando todos já apostavam que o título do primeiro turno seria decidido nas cobranças de pênaltis, Filipão apareceu outra vez e foi decisivo. O camisa 9 ganhou no alto dos marcadores flamenguistas, invadiu a área e acabou sendo novamente derrubado. Sem pensar duas vezes, de forma correta, o árbitro apontou para a marca da cal. Leozinho chamou a responsabilidade, cobrou com maestria e decretou a virada vascaína: VASCO 4 x 3. O Rubro-Negro tentou empatar na sequência, mas não obteve sucesso e a festa foi cruzmaltina na Colina.

Escalação do Vasco: Caíque, Breno, João Vitor, Johnny e Kauã Valente; Enzo, Rodrigo, Pedro Luiz e Leozinho; Juninho e Filipão. Suplentes: Alemão, Gabriel Lemos, Jorginho, Filipe Lannes, Léo Lucas, Warley, Ewandro, Yan da Silva, Marcos Felipe, Ryan do Vale e Gabriel Ferreira. Treinador: José Roberto Araújo.

imageAtletas e comissão técnica posam para foto após o título- Foto: Matheus Lima
Postar um comentário