Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 2 de setembro de 2018

Inter empata com Cruzeiro fora de casa e perde chance de colar no São Paulo

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.

THIAGO FERNANDES
BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS)
Cruzeiro e Internacional não saíram de um empate por 0 a 0 na noite deste domingo (1º), no Mineirão, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo bastante movimentado, ambos os times vacilaram nas finalizações e não mexeram no placar.
Com o resultado, o Inter segue na segunda colocação, com 43 pontos conquistados, três a menos que o líder São Paulo. A equipe colorada tinha a chance de colar no Tricolor, mas desperdiçou a oportunidade. O Cruzeiro é o sétimo colocado, com 31, e volta a ultrapassar o Corinthians, com 30.
Na próxima rodada, o Inter entra em campo diante do Flamengo, no Beira-Rio. O jogo será às 21h45 (de Brasília) da próxima quarta-feira (5). O Cruzeiro enfrenta o Botafogo, às 19h30 (de Brasília) do mesmo dia.
Egídio foi o grande nome da partida disputada no Mineirão. O lateral esquerdo do Cruzeiro apoiou e defendeu com qualidade. O jogador foi quem mais desarmou, com quatro roubadas de bola no Gigante da Pampulha, e deu dois passes para finalizações no confronto desta noite.
O pior foi Nico López. O atacante uruguaio fez um jogo muito abaixo da média pelo Inter. Com só uma finalização no período em que esteve em campo, ele teve atuação reprovada pelo técnico Odair Hellmann. Não à toa foi substituído por D'Alessandro aos 17 minutos do segundo tempo. O jogador chegou ao terceiro jogo seguido sem estufar a rede. Antes, ele havia passado em branco diante de Paraná e Palmeiras.
Quem também vive um jejum, ainda mais longo, é Barcos. A última vez que o argentino marcou um gol foi em 22 de julho. Ele está há nove jogos sem celebrar um tento. O fato fez com que o jogador fosse contestado por parte da torcida e perdesse espaço na equipe comandada pelo técnico Mano Menezes. Diante da má fase, o gringo se tornou suplente do time mineiro neste domingo.
A partida também marcou a volta do centroavante Leandro Damião, após 35 dias fora de combate. O jogador de 29 anos não entrava em campo desde 29 de julho passado, quando o Colorado venceu o Botafogo por 3 a 0, pela 16ª rodada.
Com o empate, o Inter pelo menos aumentou o período de invencibilidade no Brasileiro. O time colorado não sabe o que é perder um jogo desde 26 de julho passado. O time obteve cinco vitórias (Botafogo, Atlético-MG, Fluminense, Paraná e Bahia) e um empate (Palmeiras) nas rodadas mais recentes do Brasileirão. O último revés da equipe foi justamente em Belo Horizonte. No fim de julho, os gaúchos foram derrotados pelo América-MG por 2 a 1, no estádio Indepedência.
CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Dedé, Léo, Egídio; Lucas Silva, Bruno Silva (Rafinha), Ariel Cabral (Mancuello), Thiago Neves; Arrascaeta, Raniel (Hernán Barcos). T.: Mano Menezes
INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Zeca (Fabiano), Emerson Santos, Victor Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick; Nico López (D'Alessandro), William Pottker, Jonatan Álvez (Leandro Damião). T.: Odair Hellmann
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Juiz: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Cartão amarelo: Thiago Neves, Léo, Lucas Silva (Cruzeiro); Jonatan Álves, Patrick (Internacional)
Postar um comentário